CULTURA

Mercenários

Mercenários

Mercenários tiro a tiro
Balas selvagens sem rosto
Incógnitos chegam e partem
Pagos com ouro roubado
Impunes e vencedores
Sem causas ou arrependimento
Serviços comprados
E em prazeres untados
Sem identidade respeitam o sigilo
Mas quem são os muitos compradores?
Rufias, Agências e Países com nome
Que não choram mortes
Pagam o serviço encomendado.

Março2022
Alberto de Sousa
pctpmrpp

 
Partilhar
Está em... Home Cultura Mercenários