Partido

Os Sufrágios Eleitorais do Ano 2019

A Questão Financeira

Arnaldo Matos

 No próximo ano, haverá três sufrágios eleitorais: as eleições para a Assembleia Legislativa da Região Autónoma da Madeira; as eleições para o Parlamento Europeu; e as eleições para a Assembleia da República.

 As datas para a realização dessas eleições não se acham ainda oficialmente designadas pelos órgãos políticos constitucionais competentes, mas pode desde já confirmar-se que o primeiro acto eleitoral, para a escolha dos deputados da Assembleia Legislativa Regional da Madeira, ocorrerá à volta do Domingo de 31 de Março; as eleições para a escolha dos deputados portugueses ao Parlamento Europeu terão lugar num Domingo, à volta do dia 26 de Maio; e as eleições para a escolha de deputados à Assembleia da República realizar-se-ão num Domingo, entre 15 de Setembro e 15 de Outubro de 2019.

 

 Este assunto foi amplamente discutido na Reunião do Comité Central do Partido, ocorrida em Lisboa, no passado dia cinco de Maio, data do bicentenário do nascimento de Karl Marx.

 Deliberou-se por unanimidade pela participação do nosso Partido em qualquer desses três actos eleitorais, com o objectivo de dar a conhecer, o mais amplamente possível, às massas trabalhadoras e à juventude o programa da revolução proletária para derrubar o imperialismo e instaurar o modo de produção comunista numa sociedade de iguais.

 Nas eleições para a Assembleia Regional da Madeira e para a Assembleia da República, o Comité Central decidiu ainda conduzir a luta eleitoral para a eleição de uma voz comunista do PCTP/MRPP nas duas assembleias.

 Discutiu-se também, e aprovou-se, a linha geral de massas do Partido para cada uma das eleições em apreço, e elegeu-se por unanimidade o núcleo da Comissão Eleitoral para as três eleições do próximo ano, constituído pelos camaradas Carlos Paisana, que presidirá, e Paulo Jorge e Jaime Ferreira, que coadjuvarão.

 Tem corrido com êxito a luta teórica, ideológica, política e organizativa promovida pela linha revolucionária marxista comunista contra o grupelho liquidacionista, luta em que tivemos de começar praticamente tudo de novo, pois o Partido havia-se tornado num coio de revisionismo e de revisionistas empedernidos.

 Na reunião comemorativa do bicentenário do nascimento de Karl Marx, o Comité Central deliberou chamar a atenção de todo o nosso Partido - militantes, camaradas, simpatizantes e amigos – para a necessidade de organizar desde já em todo o País (continente, regiões autónomas e emigração), uma recolha de fundos permanente, pois sem dinheiro não conseguiremos nunca cumprir as nossas funções e alcançar os nossos objectivos políticos.

 Devemos poupar nas despesas, gastar apenas o estritamente necessário, mas devemos, ao mesmo tempo, recolher a maior quantidade de fundos possível, para as inúmeras tarefas de agitação, propaganda e organização que teremos de levar a cabo, num espaço tão descontínuo, até ao fim dos sufrágios eleitorais de 2019.

 Abriremos aqui, neste jornal, uma rúbrica com o título de Fundos Eleitorais do Partido 2019, onde todas as dádivas serão registadas. As quotas não fazem parte desta rúbrica. Publicaremos o número da conta bancária onde qualquer camarada, amigo, simpatizante, trabalhador, revolucionário, homem ou mulher, pode depositar directamente a sua contribuição para as nossas- ao fim e ao cabo, suas… – campanhas eleitorais.

 Os camaradas do Partido que recolherem dádivas estão obrigados a passar e assinar um recibo das quantias que arrecadaram. Nem um cêntimo poderá desaparecer, para que nunca falte a confiança do povo no seu Partido. 

Camaradas

 Para eleger uma voz proletária comunista revolucionária nos parlamentos do continente e nas regiões autónomas teremos, acima de tudo, de ter e aplicar uma linha política revolucionária, mas precisamos também de muito dinheiro para deslocações, sustentações, profissionais, agitação, propaganda e organização.

O Partido distribuirá pelas células livros de recibos timbrados. Mas a tarefa da recolha de fundos deve começar imediatamente.

Viva o Partido!

   08Mai18   

Partilhar
Está em... Home Partido Os Sufrágios Eleitorais do Ano 2019 A Questão Financeira