PAÍS

Acidente mortal na mina de Aljustrel, mais um...

MinaAljustrelLavaria2Em mercearias, câmaras de vigilância já conseguem captar a mão do cliente a tirar um produto da prateleira para ser contabilizado. Nas minas parece que esse tipo de tecnologia de detecção de movimentos de braços e mãos junto de tapetes rolantes ainda não chegou, porque no passado dia 27 de Junho foi contabilizada mais uma vítima mortal num acidente de trabalho na mina em Aljustrel num tapete rolante de transporte de sedimentos da lavaria.

O básico é haver um botão para paragem de emergência de um motor eléctrico, mas outro tipo de soluções há muito que deveriam ter sido implementadas para bem dos operários. Este acidente de trabalho era perfeitamente evitável como muitos dos anteriores.

A vítima tinha 20 anos. Não foi ainda possível ao Luta Popular apurar quantas horas a vítima tinha de formação em segurança numa mina e em tapetes rolantes, porque fonte local revelou que o funcionário "ficou preso naquele equipamento e entrou em paragem cardio-respiratória".

A ACT assim junta mais um inquérito envolvendo mortes em minas nas suas extensas prateleiras.

As empresas que detém as concessões das minas deveriam ser tão minuciosas com a segurança como o são quando ordenam que os mineiros sejam revistados quando terminam os turnos!

Quando se trata da segurança dos operários tudo é caro e dispensável aos olhos dos capitalistas!

29Jun2022

C.P. - correspondente no Alentejo

pctpmrpp

Partilhar
Está em... Home País MOVIMENTO OPERÁRIO E SINDICAL Acidente mortal na mina de Aljustrel, mais um...